INÍCIO /// OPINIÃO
 
 
 
 
 
5º artigo - O Escuta é delicado e respeitador
Artigo publicado a 2015-12-04 /// 873 visualizações
 
A Lei do Escuteiro no pensamento de Baden-Powell: 5º artigo
Carlos Alberto Pereira, antigo Chefe Nacional, debruça-se sobre os artigos que compõem a Lei do Escuteiro
Depois do 1.º,2.º, 3.º e 4.º artigos de reflexão sobre a Lei do Escuta, apresentamos o quarto artigo da Lei, a partir da explicação que o próprio Baden-Powell apresentou aos caminheiros, no livro que lhes dedicou: A Caminho do Triunfo, editado pela primeira vez em 1922.

5º artigo - O Escuta é delicado e respeitador

«Como os cavaleiros de antanho, sendo Caminheiro, és, naturalmente, delicado e atencioso para com as mulheres, velhos e crianças. Mais do que isso, és delicado até para com os adversários.
Todo aquele que tem razão não precisa de exaltar-se; quem não a tem não pode dar-se a isso».»

Este artigo conduz-nos ao mundo da delicadeza, mas também do respeito social e democrático. O desenvolvimento do pensamento divergente é fundamental, mas dele não pode resultar nem um opressor, nem um oprimido. É a cultura da diferença que se cultiva, porque ela é enriquecedora e complementa as partes.

Nos dias agitados de hoje como seria diferente se todos seguíssemos esta máxima, pensando e procurando primeiro compreender as razões do outro (quem quer que ele seja) para só depois expormos as nossas, certamente que encontraríamos muitos mais pontos de entendimento, muitos mais caminhos para percorrermos em conjunto.

Que tal experimentarmos, ainda que durante algum tempo, seguir o conselho de Madre Teresa de Calcutá: “Temos que ir à procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade” e iniciarmos esta procura...

Texto de: Carlos Alberto Pereira. Fotografia de: Direitos Reservados.
 
Bookmark and Share