INÍCIO /// AGRUPAMENTOS
 
 
 
 
 
Grupo de Pioneiros do Agrupamento 776, na pintura da casa.
Artigo publicado a 2016-01-11 /// 665 visualizações
 
Pioneiros pintam casa para acolhimento de refugiados
Escuteiros da região de Leira em ação de voluntariado organizada pela Cáritas.
O grupo dos pioneiros do agrupamento 776, Cruz da Areia realizou em colaboração com a Cáritas Diocesana de Coimbra, uma ação de voluntariado que se traduziu na pintura das várias divisões de um apartamento dessa instituição que está destinado a acolher refugiados.

“(Nova) Vida entre Muralhas” foi o título da atividade de Natal da III secção do agrupamento 776. Esta atividade decorreu em Coimbra durante 4 dias, e desenvolveu‐se em redor da temática dos refugiados onde, para além desta ação de voluntariado, se tentou viver e sentir as dificuldades destes, através de múltiplos jogos e desafios, aproveitando a magnífica paisagem urbana e cultural com que esta cidade recebe os seus visitantes.

Apesar de não ter existido um contacto direto com os refugiados, esta ação foi, segundo a Cáritas, bastante benéfica, tendo contribuído para “tornar mais agradável uma das casas destinadas ao acolhimento de refugiados” dando “um pouco mais de cor, alegria e esperança” a estas pessoas que viveram e continuam a viver momentos dramáticos nas suas jornadas.

Esta atividade foi o resultado de um longo processo de contactos entre a III secção e esta instituição, que se mostrou sempre recetiva aquando do surgimento de novas ideias.

Todo o grupo sentiu que a sua contribuição foi fundamental para o acolhimento destas famílias que, certamente, sentirão a diferença quando forem habitar aquele apartamento.

Agora é apenas uma questão de tempo até uma família se instalar naquela casa, nessa altura o grupo pioneiro terá todo o gosto em conhecê‐los.

Texto de: Lucinda Santos. Fotografia de: Agrupamento 776.
 
Bookmark and Share