INÍCIO /// REGIÕES
 
 
 
 
 
Nova equipa da Junta Regional com o Bispo do Porto.
Artigo publicado a 2016-09-12 /// 3034 visualizações
 
Órgãos Regionais do Porto tomam posse
A Junta Regional do Porto e Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional assumem compromisso no mesmo dia da Celebração da Dedicação da Igreja Catedral e a abertura do Ano Pastoral da Diocese.
Pensado por um grupo de Dirigentes, movidos pela sua disponibilidade, dedicação e empenho e que procurarão servir a Região da melhor forma possível, o Projeto “Porto – Escutismo que Marca” surge na continuidade do Projeto “Porto de Escutismo”.

A Sé Catedral do Porto foi pequena para acolher os que quiseram marcar presença na Tomada de Posse dos Órgãos Regionais. Membros dos níveis Nacional, Regional e de Núcleo do CNE e ainda representantes da Associação dos Escoteiros de Portugal e da Fraternidade Nun' Alvares não quiseram deixar de estar presentes para congratular os agora eleitos.

Assumiu, para a Junta Regional do Porto, como Chefe Regional, Hugo Carvalho, sendo a sua equipa composta por Paulo Rodrigues (Chefe Regional Adjunto), Susana Pinto (Relações Institucionais), Anabela Gomes (Gestão), Ana Lima (Plano), Susana Fernandes (Projeto), Sérgio Esteves (Património) e João Lopes Cardoso (Comunicação).

Para o Conselho Fiscal e Jurisdicional (CFJR) tomou posse como Presidente Artur Pereira, sendo a equipa composta por Luis Pimentel e Bento Sousa Lopes.

Após a celebração da Eucaristia da Dedicação da Igreja Catedral, presidida por D. António Francisco, bispo do Porto decorreu o Jantar convívio na Casa da Região, e por fim na Sé Catedral do Porto, a Cerimónia de Tomada de Posse dos Órgãos Regionais.

Artur Pereira, Presidente do CFJR reitera que o CFJP, agora reeleito, pretende continuar o trabalho de grande proximidade com os diversos níveis da Região, Regional, Núcleo e de Agrupamento, no sentido de ajudar, no quadro das suas competências, à boa aplicação do método escutista.

Hugo Carvalho, Chefe Regional do Porto, agradeceu a presença de todos os presentes e referiu que está convicto que com a nova equipa Regional encontra disponibilidade e força para rever os valores e ideias do Escutismo, fazer crescer a Fé e o sentimento de pertença à Igreja Diocesana do Porto e tocar o coração de cada jovem escuteiro da região do Porto.

Norberto Correia, Chefe Nacional, salientou que se o passado é garantia do futuro, as equipas que hoje tomam posse, pelo que se propõem a executar, são garantia, para todos nós escuteiros, para o escutismo nacional e também para a Igreja, que continuemos, também no Porto, a ser uma referência para a sociedade em que vivemos.

A encerrar D. António Francisco dos Santos, Bispo do Porto, partilhou a alegria de estar reunido neste local escolhido por D. Hugo, em 1114, para erigir a Sé Catedral do Porto e no dia da Celebração da Dedicação.
Reiterou a sua confiança na Junta Regional agora eleita. Terminou apelando a todos os Dirigentes à participação ativa e empenhada no esforço de renovação cultural que quer implementar, imprimir e mobilizar na Diocese.

Texto e fotografia de: Manuel Joaquim.
 
Bookmark and Share