INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
Lançamento da obra DOCAT.
Artigo publicado a 2016-10-17 /// 529 visualizações
 
DOCAT, o “sonho do Papa”, apresentado em Lisboa
A PAULUS Editora lançou em Portugal o novo livro da Coleção Youcat, o DOCAT.
Esta nova obra é uma republicação da Doutrina Social da Igreja dirigida aos jovens, organizada ao estilo do Youcat, com perguntas e respostas que permitem conhecer melhor um dos documentos mais importantes da história da igreja contemporânea.

O CNE associou-se ao lançamento desta obra e o Pe. Luis Marinho, assistente nacional do CNE, esteve presente no lançamento. «É um valioso instrumento de divulgação do olhar da Igreja sobre as várias realidades do mundo. Colocado em linguagem atraente e acessível aos jovens, permite ir mais fundo na compreensão de que a fé em Cristo é um “estilo de vida”», referiu o sacerdote à Flor de Lis.

A obra foi apresentada por D. Manuel Linda, bispo da Defesa e Segurança, que defendeu que os cristãos devem saber falar duas línguas: «quem não falar a língua da fé e dos comportamentos não se safa». O bispo lembrou como nasceu a doutrina social da Igreja no século XIX quando a Igreja deixa de falar apenas de questões de fé para falar também de direitos humanos, do salário dos trabalhadores, etc. «O Papa João Paulo II, já muito velhinho, pediu para uma comissão fazer uma síntese destes documentos. Essa comissão apresentou em 2004 o compêndio da doutrina social da Igreja. Foi publicado em 2005 e tem mais de 800 páginas. E só tem texto. Para vocês jovens que hoje têm outras linguagens, isso não vos serve de nada. Uma comissão internacional com extrema habilidade no campo da linguagem conseguiu pegar naquela linguagem e pô-la aqui no DOCAT», elogiou D. Manuel Linda.

É por esta razão eu o Pe. Luís Marinho considera que o CNE se reconhece «destinatário desta obra». «A formação integral dos jovens é parte integrante do nosso programa. Podemos, e muito, ajudar a tornar realidade o sonho do Papa Francisco de transformar o mundo pela ação de tantos jovens. É ainda um instrumento importante na formação de todos os Dirigentes do CNE porque lhes dá pistas muito concretas para saberem traduzir a linguagem da fé na transmissão aos mais novos», considera.

Mariana Alvim, locutora da RFM, foi outra das apresentadoras da obra, e apelou à importância das famílias para iniciar uma «revolução do amor». «Passamos a palavra aos nossos filhos. Eles terão amigos. Um milhão de jovens não é nada», defendeu rindo. Mariana Alvim afirmou ainda que o livro não tem um autor longínquo. «Somos todos autores, é a nossa leitura do Evangelho, e estão aqui imensas perguntas e perguntas que nos colocamos a nós próprios», disse.

O sunset de apresentação do DOCAT juntou mais de uma centena de pessoas no espaço da Marinha Portuguesa, junto ao rio Tejo, em Lisboa. A música do DJ António Mendes, da RFM, foi um atrativo para os jovens presentes.

Texto e fotografia de: Ricardo Perna.
 
Bookmark and Share