INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
Chegada da delegação portuguesa à Sé de Évora com a Luz da Paz de Belém.
Artigo publicado a 2016-12-12 /// 3552 visualizações
 
Luz da Paz de Belém “iluminou” os recantos de Évora
A cidade histórica de Évora recebeu chama originária do local do nascimento de Jesus Cristo. Esta Luz foi transportada da Áustria até Portugal pela delegação portuguesa do CNE.
Conhecida pela sua história, a cidade de Évora foi o local escolhido para receber a cerimónia nacional da Luz da Paz de Belém, este domingo, por volta das 17h30.

Num dia recheado de atividades, centenas de escuteiros fizeram como seu o local da chegada da chama originária de Belém, berço do nascimento de Jesus Cristo, e deslocaram-se para Évora, para também eles acolherem a chegada deste importante símbolo.

Desta feita, a cidade, mais concretamente, o Parque Público, a Praça 1º de Maio e a Praça do Giraldo acolheram atividades para todas as idades, que serviam para dar a conhecer um pouco mais da Luz da Paz de Belém e da melhor forma de a podermos receber.

A Sé Catedral de Évora foi o local escolhido para acolher a Luz da Paz de Belém. Por volta das 17h30, a delegação portuguesa, composta pelos dirigentes Joaquim Freitas, José Salgado, Paulo Santos e o caminheiro Bruno Santos, chegou ao local da Eucaristia, depois de várias horas de viagem desde Viena, na Áustria.

A Eucaristia, presidida por D. José Alves, arcebispo de Évora contou também com a presença do Assistente Nacional, Pe. Luís Marinho, foi muito emotiva, com mais de 1400 escuteiros a quererem ver e receber a Luz acesa na Gruta da Natividade, em Belém.

No momento de Acão de Graças, a luz chegou a todos, foi o momento da partilha, começando pelos representantes regionais, que ficaram responsáveis por espalhar o símbolo por todo o país.

Texto e fotografia de: Diogo Marcelo.
 
Bookmark and Share