INÍCIO /// NACIONAL
 
 
 
 
 
Mais de 150 Dirigentes marcam presença na reunião de preparação do Acanac
Artigo publicado a 2017-01-21 /// 7416 visualizações
 
Acanac 2017: a maior atividade de sempre do CNE!
“Espero que o Acanac se torne num momento extraordinário de partilha, de crescimento em conjunto e que marque a história do Escutismo Católico Português”, Manuel Antunes.
Foi dado mais um passo em direção ao Acanac 2017! Este sábado, 21 de janeiro, foi realizada, pela primeira vez, uma reunião com todos os elementos que já integram as equipas de preparação do próximo Acampamento Nacional. Cerca de 150 pessoas deslocaram-se ao Campo Nacional de Atividades Escutistas de Idanha-a-Nova (CNAE) para apresentar o trabalho que está a ser desenvolvido e trocar impressões sobre aquela que vai ser a maior atividade de sempre do Corpo Nacional de Escutas.

As inscrições provisórias ditam 17.150 escuteiros inscritos a somar aos cerca de 81 voluntários e 500 escuteiros estrangeiros (oriundos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), Europa, Estados Unidos da América (EUA), Hong Kong, entre outros). Estão já inscritos elementos de todas as 20 regiões do CNE e prevê-se que o número de inscritos (depois de fechadas as inscrições definitivas) ultrapasse os 20 mil.

Durante o dia de trabalho houve ainda tempo para uma cerimónia protocolar com diversas entidades locais onde o Chefe de Acampamento, Manuel Antunes, teve a oportunidade de fazer uma breve contextualização histórica do Acanac e das atividades que irão ser desenvolvidas.

“Espero que o Acanac se torne num momento extraordinário de partilha, de crescimento em conjunto e que marque a história do Escutismo Católico Português”, acrescentou Manuel Antunes.

Armindo Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, tomou a palavra e aproveitou o momento para sublinhar a importância dos Escuteiros para o Concelho de Idanha-a-Nova que, durante o Acanac, vê a sua população aumentar em mais de 170%.

“Abraça o Futuro” é o mote de partida para o Acanac que trabalha os diferentes objetivos da sustentabilidade. Armindo Jacinto destacou a pertinência da temática que está a ser trabalhada relacionando-a com os diferentes projetos que a própria autarquia está a desenvolver. “A temática que vai ser abordada no acampamento, a sustentabilidade, é muito acarinhada por nós. Em Idanha estamos a desenvolver um conjunto de projetos relacionados com a economia verde uma vez que temos uma das maiores áreas de produção biológica do país”, enfatizou.

Armindo Jacinto deixou uma mensagem muito positiva de cooperação. “Não podia estar mais contente com a escolha, mais uma vez, de Idanha-a-Nova para realizarem o Acampamento Nacional e nós faremos tudo para fazermos parte do sucesso do acampamento”, explicou.

Ivo Faria Oliveira, Chefe Nacional do CNE, aproveitou o momento para enaltecer as parcerias desenvolvidas com todas as entidades locais. “Estas parcerias nunca são demais realçar porque são, na nossa perspetiva, exemplares. Esta é uma forma muito interessante de as autarquias e outros organismos colaborarem e apostarem também no desenvolvimento dos nossos jovens. Desta forma conseguimos propiciar aos nossos jovens um espaço privilegiado de contacto com a natureza. Este é um espaço excelente onde os nossos jovens podem experimentar o contacto com a natureza, uns com os outros e com isso poderem crescer. Devemos sublinhar que isto vai muito para além de um acampamento nacional é uma parceria com entidades que nos ajudam já há muitos anos e também com a população”.

Marcaram ainda presença, António Soares, Presidente da Câmara Municipal de Penamacor, João Dionísio, Presidente da Assembleia Municipal de Idanha-a-Nova, Manuel Santos, Juiz da Confraria Nossa Senhora do Almurtão, João Costa, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Idanha-a-Nova, Vítor Mascarenhas, Presidente da União de Freguesias de Idanha-a-Nova, Pires Marques, Presidente da Assembleia da Freguesia de Medelim , Joaquim Chambino, Presidente da Junta de Freguesia de Rosmaninhal, Pera Boa, Comandante Interino da Proteção Civil e ainda um representante da Proteção Civil Municipal.

Texto de:Ana Isabel Silva e Fotografia de:Gonçalo Vieira.
 
Bookmark and Share