INÍCIO /// OPINIÃO
 
 
 
 
 
E sim, acampar é divertido!
Artigo publicado a 2017-07-19 /// 112505 visualizações
 
10 razões para inscrever o seu filho nos escuteiros
Facilmente conseguiríamos listar um maior número de razões para entrar para os escuteiros, no entanto, ficam algumas das mais importantes com base na experiência do autor, Mike Coney.
10. Ter saudades de casa e conseguir ultrapassar esse medo
Em alguma fase da nossa vida, sentimos saudades de casa. As crianças que vão acampar tendem a sentir essa experiência mais cedo, e geralmente acontece à volta de pessoas que elas conhecem. As crianças também tendem a ter esse sentimento quando estão mais perto de casa. A alternativa de muitas crianças é terem saudades de casa quando vão para a escola. No meu primeiro ano num acampamento de escuteiros, fiquei com saudades no terceiro dia. Existiram mais lágrimas do que aquelas que gostava de admitir. Mas os meus chefes convenceram-me a ficar. Distraíram-me. Quando chegou sexta-feira, não queria ir para casa porque estava a divertir-me imenso. Não vos consigo dizer quantas vezes vi este mesmo processo acontecer noutros acampamentos.

9. Vão ganhar confiança
Ir acampar pode ser algo terrível para as crianças. Ficam nervosas e fazem as coisas maiores do que são nas suas cabeças. Elas convencem-se que vão morrer nas suas tendas porque as aranhas gigantes vão comê-las. Estás a rir-te mas eu tive esta conversa. Eles dizem a eles mesmo que não vão passar no teste de natação. Mas sabem, um dirigente ou um escuteiro mais velho em que elas confiam vão dizer que eles podem conseguir. E conseguem.
Esta confiança não vai evaporar-se a partir do momento que chegam a casa – mas serão estas pequenas vitórias de que se vão lembrar quando foram para a escola. Serão estas pequenas vitórias que vão levar para o resto da sua vida.

8. Coloca-os a mexer
Os acampamentos de verão tendem a ser grandes e tu acabas por caminhar imenso. Esta é mais uma boa característica do que um erro. Caminhar pelos trilhos dá às crianças algum tempo para pensar. Eles também podem nadar, fazer escalada, canoagem, correr ou fazer desporto.
Tudo isto é mais saudável do que simular qualquer uma destas atividades numa Playstation.

7. Vão experimentar coisas novas
Acampar é a \"final do mundial do Escutismo\". É onde as crianças podem fazer tudo o que pensavam que iam fazer quando se inscreveram no agrupamento. Talvez seja arco e flecha, canoagem. Mas eles vão ter contacto com todas as coisas que não teriam oportunidade de experienciar em casa ou na escola. Vão fazer escalada, vão cantar músicas ou podem mesmo acabar por apresentar uma peça à frente de centenas de pessoas.

6. Ganham autonomia
Pelo que parece, a melhor forma de aprender coisas por ti mesmo é… fazer coisas por ti mesmo. Eles têm de tratar das suas coisas. A mãe não vai estar lá para limpar-lhes a tenda. Eles aprendem que ficar acordado até à meia noite a falar com os amigos é divertido na noite de domingo, mas vão pagar por isso na segunda-feira de manhã. Eles também vão ganhar experiência em gerir o seu próprio dinheiro pela primeira vez. Quando eles vão acampar com uma determinada quantia de dinheiro, terão de pensar como é que o vão gastar no decurso de uma semana. E isto leva-nos ao seguinte ponto. Acampar é…

5. Um lugar seguro para falhar
Acidentes podem acontecer em campo. Eles podem não completar uma insígnia. Uma toalha pode desaparecer. Podem fazer bolhas nos pés. Podem gastar todo o dinheiro em guloseimas no primeiro dia e não terem nada para o resto da semana – e não vão passar fome.
Na vida, por vezes as coisas correm mal. E tu continuas bem. Estarão lá pessoas para ajudar e apoiar. Irás aprender que os pequenos imprevistos da vida não são o fim do mundo.

4. Vão ganhar aptidões
Eles vão aprender a olhar para os outros. Delegar tarefas importantes aos outros é um conceito difícil para os adultos. Mas é vital para se alcançar qualquer objetivo grande e importante. Esta é uma aptidão que os rapazes vão aprender em acampamento. Vão aprender como é que devem gerir as outras pessoas, como pegar numa lista de coisas para fazer e dar as tarefas às pessoas indicadas para as fazer.
Mas eles vão aprender mais coisas – desde aptidões de construção, cursos de primeiros socorros, fazer cestos, ou canoagem ou saber manejar um arco e uma flecha. Acima de tudo, para muitos deles, será a primeira vez em que poderão escolher aquilo que querem aprender. Vão definir os seus próprios horários. Poderão descobrir um hobby ou uma carreira de que vão gostar para o resto das suas vidas.

3. O Acampamento é o local mais amigável do mundo
Desculpa Disney, mas um acampamento é o sítio mais amigável para deixar ir o teu filho neste verão. Toda a gente tende a estar bem disposto. As crianças fazem aquilo que queriam fazer durante todo o ano. Os chefes têm o melhor trabalho da sua vida. E os voluntários estão de férias. É a receita perfeita para um bom momento. Sim, poderá chover algumas vezes mas, mesmo assim, um mau dia num acampamento é sempre melhor do que um bom dia no escritório, ou na escola ou em qualquer lado.

2. Ver o mundo de forma diferente
No meu tempo como escuteiro, conheci pessoas de todo o mundo. De todos os continentes. É diferente ler sobre pessoas do outro lado do planeta num livro ou vê-las numa televisão, terás uma perspetiva diferente quando passas tempo com eles como amigos.
Até poderás ver o teu próprio local de residência numa forma diferente. Quando não tens paredes, tendes a estar aberto para novas ideias. Podes-te sentar quieto e ouvir os pássaros, as árvores e o vento.. e terás algum tempo para pensar. Tempo para perceber algumas coisas.

1. Fazer amigos para a vida
Vão encontrar-se com pessoas de todo o lado e vão aprender a encontrar semelhanças. Vão dar com eles a cantar músicas, a fazer peças, a dizer piadas com pessoas que poderiam nunca ter contacto de outra forma. Quando acampas com pessoas, descobres as tuas semelhanças e diferenças num instante. O acampamento é um dos melhores locais para ter experiências partilhadas que constroem amizades fortes.

E sim, acampar é divertido!

Texto de: Mike Coney - The World Scout Bureau . Tradução e adaptação de: Diogo Marcelo. Fotografia de: Cláudia Costa.
 
Bookmark and Share