INÍCIO /// AGRUPAMENTOS
 
 
 
 
 
Agrupamento 61 em festa.
Artigo publicado a 2018-02-05 /// 622 visualizações
 
61 Anos de Escutismo em Santa Maria dos Olivais
Mais de 350 familiares, amigos, antigos e atuais escuteiros na celebração do 61º Aniversário do Agrupamento.
No fim de semana, 26 e 27 de janeiro, realizaram-se as cerimónias e atividades alusivas à celebração do 61º aniversário do Agrupamento 61, Santa Maria dos Olivais. A história aponta para o surgimento do escutismo em Santa Maria dos Olivais e formação dos primeiros escuteiros em abril de 1956, formalizado com o Compromisso dos sete membros da primeira Patrulha, a Esquilo, em 27 de janeiro de 1957.

Hoje, o Agrupamento 61 é o fiel depositário e seguidor do legado desses escuteiros e Patrulhas fundadoras – Esquilo e Corvo, realizando na atualidade toda uma dinâmica de ação com a centena de membros que o constituem.

No primeiro dia realizou-se a Vigília de reflexão e oração sobre o Ideal Escutista, preparando os Compromissos do dia seguinte de dois novos Dirigentes do CNE e dois novos Membros do Núcleo local da FNA - Fraternidade Nuno Alvares Pereira.

A "Acavigília", em ambiente de acampamento, centrou-se na meditação das Leis, Princípios e Promessa, no testemunho dos escuteiros mais velhos e no visionamento de imagens de atividades passadas.

Lembrando a história e a sua Missão, na manhã de sábado, o efetivo do Agrupamento juntou-se bem cedo para a cerimónia do içar das Bandeiras, Nacional e de Agrupamento, partindo para as atividades técnicas e culturais preparadas que estavam à sua espera no Parque da Bela Vista, em Marvila, onde divididos em oito patrulhas verticais viveram o imaginário do dia e descobriram jogos de códigos, cifras, nós, amarrações e a história escutista do Agrupamento.

Durante a tarde participaram na Eucaristia, presidida pelo Pároco e Assistente do Agrupamento, Pe. Bruno Machado, onde foram lembrados todos os escuteiros e dirigentes que já partiram para o Eterno Acampamento e prestaram o seu Serviço ao Agrupamento. Seguiu-se a Cerimónia de Compromisso de dois novos Dirigentes do “61” (Vasco e Catarina) e dois membros da FNA (Armando e Sequeira), na presença dos responsáveis associativos do Núcleo Oriental de Lisboa do CNE, a Direção Regional de Lisboa da FNA, e toda a comunidade.

Na final da Eucaristia, ainda antes do apagar das velas do bolo de aniversário, foram, de forma solene, atribuídos dois Diplomas de Mérito a Pais/Mães que nos últimos 25 anos têm contribuído para o desenvolvimento das atividades, nas mais variadas formas de apoio, e ainda, distinguidos dez escuteiros dos diferentes escalões etários com Louvores de Agrupamento.

No final do dia, a Escola Secundária António Damásio serviu de palco à festa, com um jantar de confraternização das gerações escutistas. Conseguiu-se reunir 350 familiares e amigos, antigos e atuais escuteiros incluindo um membro da primeira Patrulha Esquilo, João Mesquita, numa dinâmica organizada pela Comissão de Pais/Mães.

Num cenário de simulacro de um Fogo de Conselho, com exposição de fotografias e documentos, acompanhado com a passagem dinâmica de filmes e fotos antigas, recordaram as histórias do passado e deixaram incentivos para o Futuro. Destacamos a presença de Duarte Carreira, vogal da Junta de Freguesia dos Olivais, que deixou também uma palavra de reconhecimento e estímulo ao Agrupamento, em representação da autarquia local.

Fica o desafio de continuação da história e da Missão de Formação de mais Jovens que, comprometidos com o próximo e com Deus, certamente serão melhores Cidadãos.

Texto e fotografia de: Agrupamento 61.
 
Bookmark and Share