INÍCIO /// NACIONAL
 
 
 
 
 
Comunicado do Gabinete de Imprensa do Corpo Nacional de Escutas
Artigo publicado a 2010-05-10 /// 1345 visualizações
 
CNE ao serviço do Papa e dos peregrinos
Corpo Nacional de Escutas envolvido na preparação da visita do Papa, em apoio às celebrações de Lisboa, Fátima e Porto.
Cerca de 700 escuteiros estão envolvidos na preparação da visita do Papa a Portugal, que irá acontecer nos próximos dias 11 a 14 de Maio. O Corpo Nacional de Escutas está assim a dar resposta às solicitações das dioceses e comissões organizadoras dos vários locais, prestando o apoio para que foi solicitado.

Em Lisboa, estão requisitados 300 voluntários para dar apoio à celebração do Terreiro do Paço. Vão estar a dar apoio na parte do acolhimento, segurança, informações às pessoas, acolhimentos nas igrejas, voluntariado nas sacristias e no acompanhamento dos percursos.

Em Fátima são cerca de 100 os escuteiros destacados para trabalhar no apoio aos peregrinos, trabalho que já é desempenhado todos os anos, mas que este ano foi reforçado. A colaboração será com a Protecção Civil e com os serviços de acolhimento aos peregrinos do Santuário de Fátima.
No Porto, mais de 300 escuteiros estão a ser mobilizados para dar apoio à comunhão durante a celebração e para os serviços de acolhimento, logística e informações às pessoas.
Além da participação destas centenas de voluntários nas celebrações, são também esperados muitos escuteiros nas celebrações em Lisboa, Fátima e Porto, aumentando o número de jovens presentes, que se espera serem de muitos milhares em cada um dos locais que Bento XVI irá visitar.

O Corpo Nacional de Escutas é a maior associação juvenil portuguesa, inserida e enquadrada no maior movimento juvenil mundial. Em Portugal conta com um efectivo de 60 mil jovens e de 9 mil adultos. É uma associação de juventude sem fins lucrativos, não política e não governamental, destinada à formação integral de jovens dos 6 aos 22 anos de idade, baseado na adesão voluntária a um quadro de valores expressos na Promessa e Lei escutistas, através de um método original que permite a cada jovem ser protagonista do seu próprio crescimento, para que se sinta plenamente realizado e desempenhe um papel construtivo na sociedade. Está implantado através de mais de 1000 agrupamentos espalhados por todo o continente e regiões autónomas.

Mais informações em www.flordelis.pt

Texto: Gabinete de Imprensa do Corpo Nacional de Escutas
 
Bookmark and Share