INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
Portugueses, o maior contingente presente no RoverWay.
Artigo publicado a 2018-08-06 /// 1777 visualizações
 
Roverway, uma grande aventura
O RoverWay contado na primeira pessoa. As experiências e partilhas vividas pela participação portuguesa, com o maior contingente de sempre.
Foi no dia 23 de julho que começou mais um RoverWay! Este ano teve lugar na Holanda e contou com mais de 700 participantes portugueses! O tema deste ano foi "Opposites Attract" e durante o acampamento podemos vive-lo.

Fazemos todos parte de um movimento, mas no entanto temos maneiras diferentes de o viver e nem por isso deixámos de fazer amigos e partilhar conhecimentos uns com os outros.
Durante o acampamento tivemos todos divididos por Paths, onde geralmente estavam inseridas duas tribos de Portugueses.

O Acampamento começou em Haia com uma incrível cerimónia de abertura. Tivemos um DJ para animar a noite e vários jogos durante o dia para ficarmos a conhecer melhor escuteiros de outras nacionalidades.

No dia 24 seguimos em Path para as atividades que íamos fazer. Havia Paths por todo o país e até mesmo fora da Holanda. Havia rotas com atividades mais físicas, outras menos, mas todas elas com escuteiros de diferentes partes do Mundo. Durante o Path fizemos várias atividades como andar de bicicleta, fazer cozinha selvagem, escalada, caminhar, visitar museus, velejar, andar de canoa... No meu Path todas as noites estávamos juntos e partilhávamos músicas de cada país e jogos característicos. Era sempre tudo uma animação, porque não havia barreiras entre nós.

Foi nesta semana que criámos laços de amizade para a vida toda! Os dias em Path foram para todos os melhores dias de acampamento!

Depois de cinco dias cheios de animação e grandes experiências, chegou o dia de seguirmos para o Main Camp.
No Main Camp tivemos atividades de todo o tipo: água, conhecer a vila de Zeewolde, visitar as tendas de contingente ou simplesmente passear pelo campo e conhecer outras culturas. Todas as noites havia música até a uma da manhã. Havia escuteiros por todo o lado a dançar, a conversar, a fazer amigos novos. Cada minuto que passava, era mais uma oportunidade de fazer novos amigos.

Estávamos todos ali para o mesmo. Fazer escutismo, fazer como B-P nos ensinou. Este acampamento de 12 dias foi para muitos, uma das melhores aventuras de sempre.

Digo, com todas as certezas do Mundo que todos têm que viver pelo menos um RoverWay!

Texto de: Margarida Cayatte Antunes. Fotografia de: Organização Roverway.
 
Bookmark and Share